Lauro César Muniz deixa a Record

Por -

O autor estava na emissora desde 2005 (Foto: Divulgação)

Lauro César Muniz deixará a Record no próximo dia 31. O contrato dele com a emissora não será renovado. Lauro César estava na Record desde 2005 e durante seu contrato escreveu tramas bem-sucedidas como Cidadão Brasileiro (2006), Poder Paralelo (2009) e a fracassada Máscaras (2012).

Ao contrário de sua saída da Globo, o seu afastamento da Record foi “suave” e está relacionado com seu alto salário e as pretensões artísticas. A Record, que implantou uma política de redução de salários, foi “elegante” e não chegou a fazer uma proposta menor para Muniz. E avisou que não tem interesse em produzir uma minissérie que o autor tanto deseja. “Fui informado pelo senhor Marcelo Silva [vice-presidente artístico] de que a emissora não faria a minissérie sobre [o maestro] Carlos Gomes, um projeto que eu acalentei durante dois anos. Havia um interesse muito claro da gestão anterior, mas os dois [Honorilton Gonçalves, vice-presidente artístico, e Hiran Silveira, diretor de teledramaturgia] deixaram seus cargos, foram transferidos para outras função da empresa”, lamenta Muniz.

O autor ainda não negocia com outra emissora. Para 2014, já tem um projeto, o roteiro de um filme a ser produzido em parceira com um estúdio norte-americano. Seu retorno para a Globo é praticamente impossível. Ele deixou a emissora em 2005 de forma bem pouco amistosa, depois de ficar cinco anos na “geladeira”, tendo sucessivos projetos recusados.

Matheus Balbueno

Escritor, comentarista e crítico de televisão desde 2009. Contato: matheusbalbueno@msn.com

  • Binho

    Dois bons autores disponíveis :o Lauro Cezar Muniz e Tiago Santiago, seria uma boa oportunidade para o SBT ampliar sua dramaturgia, e não ficar limitado a penas a Iris Abravanel.

  • eduardogreco

    o sbt pode sair do atoleiro ,quem sabe aproveite ae saia da zona de conforto das novelas infantis.

  • Diego Gomes

    Seria uma boa o Sbt contrata-lo e reviver a faixa dás 22h que foi esquecida desde do fim de Amor e Revolução.Ele e um bom autor,só as vezes não e compreendido pelo publico.

  • http://twitter.com/justyoulubs Mika Borges

    Aí ele vai pro sbuteco e flopa igual ao Tiago Santiago

  • Binho

    Os dois autores citados foram responsáveis pelo auge da dramaturgia da Record, é claro que todo mesmo os grande profissionais passam por crises, o que não apagar seus bons trabalhos. Imagina se o SBT surpreendesse e em 2014 anuncia-se novas contratações como: para o jornalismo o retorno de Ana Paula Padrão, para o entretenimento o Gugu, Galiteu e Otávio Mesquita, na dramaturgia Lauro Cezar Muniz e Tiago Santiago. Dificilmente isso irá ocorre, mais provavelmente retornaria a vice liderança isolada.

Leia o post anterior:
“A Praça é Nossa” marca boa audiência

Mais uma edição do humorístico "A Praça é Nossa" foi ao ar nesta quinta-feira (12). A atração de Carlos Alberto...

Fechar